Assinatura RSS

Arquivo da categoria: Uncategorized

BANDO ANUNCIADOR: Cultura em Feira de Santana, neste domingo!

7 horas. Domingo, 8 de julho de 2012. Feira de Santana – Bahia.

A Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), juntamente com o Centro Universitário de Cultura e Arte (CUCA) – pólo cultural da cidade – apresentam o Bando Anunciador da Festa de Santana, no domingo. Na quinta-feira, dia 05 de julho, irá ocorrer uma Mesa-Redonda – “O Bando Anunciador: Ontem e Hoje”, realizada às 19:00, no CUCA, e com a participação da professora de língua portuguesa Ana Rita Neves, o publicitário Zé Coió e o foto-jornalista Reginaldo Tracajá. Após a mesa-redonda, haverá a escolha da Rainha do Bando e a exposição fotográfica: “O Bando Anunciador: registro fotográfico 2011”

O Bando Anunciador da Festa da Senhora Santana, a padroeira da cidade, é uma importante manifestação cultural e histórica que hoje é pouco conhecida e quase nada valorizada pelas gerações atuais da cidade, que vamos e convenhamos, nem metade dos jovens de Feira se importam com manifestações verdadeiramente culturais, além do micareta. O evento é a “parte profana que antecede as comemorações e homenagens a Senhora Santana” (GOES, Eduardo, 2012). O bando continha milhares de pessoas, principalmente a juventude da época, que ocupava as ruas da cidade fantasiados, ao som das zabumbas, das bandinhas e de cortejos diversificados. Nela havia também disputa pelas melhores fantasias.

Bando Anunciador – Foto de Leni David

Como o próprio nome indica, o bando anunciava os festejos em comemoração à Festa de Santana. O bando foi extinto, há 25 anos, pelo Bispo Dom Silvério Albuquerque, devido principalmente à violência que começa a crescer durante as comemorações. Tudo começou Antecipando o bando, havia a Levagem da Lenha e a Lavagem da Igreja – ambos festejos também estão extintos. Não houve resistência do poder público.

Tudo começou quando a Igreja determinou que a líder religiosa Mâe Socorro não participasse da procissão. “Foi uma verdadeira Guerra Santa. Mãe Socorro chamou todas as baianas dela e foi pra frente da Igreja”. No final, Mãe Socorro acabou participando e o presidente da festa renunciou.” (SIMAS, Adilson in ESTEVES, Maria no site)

O Projeto Bando Anunciador da Festa de Senhora Santana, realizado pela UEFS, juntamente com o CUCA, ao qual está vinculada, tem o objetivo de revitalizar essa expressão culturas que deixou saudade em moradores de todos os bairros da cidade, que ficou indignada com a sua extinção – mas fez muito pouco para trazê-la de volta. Esse projeto vem sendo executado desde 2007 (eu e minha família festeira estávamos lá, claro!) e temos que continuá-lo.

Eu sou Letícia Moreira, nasci e cresci em Feira de Santana, estudo Produção em Comunicação e Cultura na UFBA e convido a todos os habitantes da cidade (e visitantes) a comparecem à Rua Conselheiro Franco – antiga Rua Direita, às 07:00 da manhã do domingo dia 08 de julho de 2012. Faça parte desta história!

“Com fé e amor

Estamos a anunciar

Treze dias de Festa

Salve Sant’ana

Padroeira do lugar”

marchinha de autoria do maestro Tuta.

Imagens do Bando no CUCA – 2010

Bando 2011 – site UEFS.BR

FONTE: UEFS.br; Blog Esteves por aí;

FOTOGRAFIA: Dia Bahia; Baú da Princesa;

Evento Remarcado

Prezados Leitores,
No post anterior foi divulgado o evento Operação Titanic. Porém, a data do evento foi alterada e a explicação está no anúncio feita pela nossa equipe de produção do evento, divulgada nas redes sociais e transcrita abaixo:

“Devido aos impasses gerados pelas constantes chuvas e pela greve dos rodoviários, o evento do “Operação Titanic” terá que ser remanejado para uma data próxima, aguardando somente maiores informações sobre a paralisação rodoviária. O horário permanece o mesmo (11h), bem como o local (Auditório da FACOM – em Ondina); Continuaremos com pipoca grátis e sorteio de brindes ao final da sessão.

Pedimos desculpas pelos transtornos e aguardamos vocês no evento, para juntos contemplarmos a exibição do clássico vencedor do Globo de Ouro, o “A Night to Remember” (Somente Deus Por Testemunha) de Roy Ward Baker.

Saudações”  (TITANIC, Operação rsrs)

Operação Titanic – clique no link e saiba mais sobre o evento!

Clique aqui e assista ao spot do evento!
Att.

– OPERAÇÃO TITANIC –

TITANIC ANCORA NA UFBA!

Em memória ao centenário do naufrágio do Titanic, os alunos de Produção em Comunicação e Cultura da Universidade Federal da Bahia, sob orientação do professor Marcos Palácios, estão produzindo o OPERAÇÃO TITANIC, um evento de exibição do filme de drama histórico “A Night to Remember”(Somente Deus por Testemunha). Essa versão de 1958, respeitadíssima no meio cinematográfico, tem como foco a tragédia, de modo que é tratado quase como um documentário. Com roteiro e produção bem elaborados para época, é uma trama aclamada pela crítica e pelo público.

O evento ocorrerá no dia 24 de maio, no auditório da FACOM! O público será levado ao clima dos anos 50 com o ambiente preparado para reproduzir a época! A entrada será franca e livre para todos os públicos, com direito à pipoca. Haverá também sorteio de brindes!. Pior do que naufragar vai ser perder esse evento!

Várias produções foram feitas acerca da tragédia, considerada uma das maiores catástrofes marítimas de todos os tempos. No post anterior, três importantes produções foram discutidas, dentre elas o filme Somente Deus por Testemunha, que será exibido no evento. Leia o texto O Náufrago Titã, publicado ontem, e fique por dentro de curiosidades sobre o navio mais famoso do mundo!

Para mais informações, visite as páginas do evento no Facebook e no Twitter!

ASSISTA AGORA AO SPOT DO EVENTO! DIVIRTA-SE!

Sobre Sociedades Alternativas

John Keating cercado por seus alunos

Há muito tempo estava lendo um texto que falava sobre o filme Sociedade dos Poetas Mortos (“Dead Poets Society”), 1989. Fiquei muito interessada, e, por milagre, em uma manhã tediosa, o Telecine Cult o exibiu em uma sessão matinê. Então eu descobri o porquê de tantas boas críticas e o porquê de ele ser um filme referência em várias temáticas. Simplesmente incrível, sua história toca o sentimento do espectador e o instiga a refletir sobre a importância da amizade, da solidariedade, do respeito. O filme traduz ideais presentes no cotidiano de várias pessoas, ideais que deveriam ser incentivados desde cedo – fala sobre a arte de deixar o coração falar, de encontrar caminhos alternativos dentro de cada um de nós, de não se fazer prisioneiro das convenções sociais, da força que a poesia tem para mudar o mundo.

A "Sociedade"John Keating, um professor de literatura, interpretado por Robin Williams, leciona em uma escola tradicional e propõe um método de ensino que incentive os alunos a pensarem por si mesmos e a seguirem suas paixões, descobrindo que existem caminhos alternativos àqueles impostos pela sociedade. O título “Sociedade dos Poetas Mortos” se refere a um grupo de estudantes que Keating participava quando jovem. Esse grupo se reunia para ler poesia, produzir versos, enfim, leituras proibidas para a época, pois quebravam com o tradicionalismo e a formalidade – são os textos de vanguarda, por exemplo, que caracterizava o tom declarado de rebeldia ante as convenções morais e religiosas. Animados e com vontade de viver intensamente, alguns alunos de Keating  ressuscitam a Sociedade, que tinha como lema o provérbio latino “Carpe Diem” (Aproveitar o dia), ato que choca com a ortodoxia do colégio.

A história desenrola, mas o foco é a mensagem que ela passa, e apesar de ser um filme produzido há duas décadas, a essência ainda pode ser aplicada atualmente. Nos fala sobre e arte de ser livre no mundo em que a intolerância da maioria das pessoas quer que nós vivamos presos ao que é normal, aceitável. Presos às convenções, porque afinal tudo que foge a esse padrão é uma afronta, uma aberração.

Mais importante do que a busca pela liberdade, Keating ensina aos alunos que é preciso sabedoria para discernir o momento de falar e de ouvir, que é preciso prezar pelo respeito ao próximo, que a poesia é uma forma importante de expressão. Esse é o tipo de mensagem que deveria estar circulando nas redes sociais, nas escolas, entre os jovens, e não ideais de uma vida pautada nas leis da mídia, na futilidade, no comodismo, na falta de amor com os outros e com si mesmos.

Enquanto assistia, percebi que o enredo é muito parecido com o do filme” O Sorriso de Mona Lisa” (Mona Lisa Smile), uma produção

de 2002, que tem Julia Roberts no papel de uma professora que “incomodada com o conservadorismo da sociedade e do próprio colégio em que trabalha, decide lutar contra estas normas e acaba inspirando suas alunas a enfrentarem os desafios da vida” (Site Adoro Cinema).  Esse é muito interessante, e me cativou bastante, pelo seu aspecto feminista no que diz respeito ao direito que as mulheres têm de crescer intelectualmente e profissionalmente, ao contrário do que pregava a sociedade, que a mulher deveria ser educada para o lar.

 

 

Para quem não assistiu ainda recomendo que assistam! Para atiçar a vontade, vejam o Trailer de Sociedade dos Poetas Mortos e um trecho de O Sorriso de Mona Lisa.

“Acho que devemos fazer coisa proibida – senão sufocamos. Mas sem sentimento de culpa e sim como aviso de que somos livres.”

                   Clarice Lispector