Assinatura RSS

Jovens Talentos: Clarice Falcão

Aos 23 anos, Clarice Falcão é atriz, compositora, cantora e roteirista.

Nascida em Recife, filha do cineasta João Falcão e da escritora Adriana Falcão, Clarice estuda cinema na PUC-Rio, mas já tem muita experiência na área de audiovisual, principalmente com curtas – Laços, o curta mais famoso que ela, juntamente com amigos, produziu, ganhou o primeiro lugar no Project Direct, concurso promovido pelo youtube (mais informações aqui). Trabalhou na novela “A Favorita” (2008) da rede globo no papel da problemática jovem Mariana (filha de Lília Cabral).

Mas deixando um pouco de lado a biografia da jovem, quero mostrar nesse post o talento que ela tem para compor suas belas melodias, nas quais fala de amor por uma perspectiva bem interessante. Uma música interpretada por ela fez parte da trilha sonora do filme “Lisbela e o Prisioneiro”. Conheci o seu talento na última quarta-feira, e adorei o estilo meigo e engraçado dos seus clipes e das suas músicas. Me encantei particularmente com a letra da música abaixo, a forma como ela retrata a paixão é encantadora, imploro que assistam e confirmem o que estou falando. Muito bacana e irreverente:

Enfim, eu gostei e me diverti muito.

No filme “Lisbela e o Prisioneiro“, a música “Para o diabo o conselho de vocês“, gravada por Paulo Sérgia alguns anos atrás, está na trilha sonora interpretada pela banda Os Condenados, na qual Clarice é vocalista . O clipe é bem bacana, composto por cenas do filme. Confiram:

Bom pessoal, é isso. Se você curtiu o post e ficou interessado em saber mais sobre Clarice Falcão, visite o Facebook da atriz. Nesse link você confere letras de músicas. Divirtam-se.

FONTE: Wikipedia, Folha Online

Anúncios

3 anos sem Michael Jackson

Los Angeles (Califórnia), 25 de junho de 2009. O mundo chora a morte de um dos maiores ícones que já existiu. Se ainda havia dúvida do que significava ser uma lenda, ele deixou bem claro. Adorado por uma legião de fãs de todo o mundo e de todas as idades. Polêmico, autêntico. Seus sucessos ficavam no topo das paradas em todos os países, durante muito tempo. Seus passos jamais serão esquecidos. Não importa o que digam, nada substitui sua popularidade.

Simplesmente um Rei. O Rei do Pop.

Michael Jackson definiu o que é ser um super astro.

Orlando (Flórida), 25 de junho de 2009. Eu estava em Orlando, na Flórida, quando vi no Jornal Nacional (em um restaurante brasileiro) que Michael Jackson havia morrido. Nunca poderei esquecer a sensação que tive, e as lágrimas que involuntariamente vieram aos meus olhos. Esse post tem um significado muito grande, pois além de grande fã (comecei a ouvi-lo por volta dos 11 anos) de Michael Jackson, eu acho incrível a repercussão que ele (tinha) e tem até hoje! A foto abaixo foi tirada dois dias antes dele falecer. E eu tinha 14 anos =(

Eu e a estátua de cera de Michael – Museu de Cera Madame Tussauds, Nova York. Em 23 de junho de 2009, 2 dias antes da morte do astro.

Michael nasceu em 29 de agosto de 1958, em Gary-Indiana. Iniciou a carreira profissional no Jackson 5, banda na qual tocava com seus irmão, supervisionados pelo polêmico Joseph Jackson, pai dos integrantes. Iniciou sua carreira solo no início da década de 1970, lançando desde então álbuns de grande sucesso. Em 1982, lançou Thriller, o álbum mais famoso e mais vendido de toda a história da música. Nos seus videoclipes, que eram um tipo de curtas-metragens, com início, meio e fim, Michael revolucionou a forma de fazer clipes musicais. Ele fez do lançamento dos clips um grande acontecimento, que ficaram marcados na história da música. Scream, clipe musical que conta com a participação de Janet Jackson (irmã), foi o clip mais caro já produzido, custando ao todo cerca de US$ 7 milhões.

Jackson 5

Segundo a revista Rolling Stones, ele faturou em média 7 bilhões de dólares ao longo de sua vida e, segundo a Revista Veja, ele teria faturado mais de 1 bilhão de dólares após a sua morte.

Deixando de lado a carreira e a biografia do astro, que já são conhecidas por muitos, quero aqui mostrar porquê ele é considerado uma lenda.

Thriller – o álbum mais vendido de toda história. O clipe contou com 20 maquiadores para transformar Michael e os dançarinos em zumbis.

A quebrada de quadril, os passos inovadores, o Moonwalk. Com certeza essas são marcas do astro. Grandes artistas, como Shakira, Beyoncé, Ne-Yo, Usher, etc, utilizam os tradicionais passos do rei do pop em suas coreografias e em seus clips. Remakes de seus videoclipes são constantemente produzidos. Cada novo disco de Jackson era aguardado com ansiedade não só pelos seus fãs, mas por todos que esperavam mais uma grande produção com grandes inovações.

Michael foi de fato uma personalidade polêmica. Tinha pertubações, em decorrência de sua fama, da pressão da mídia, dos problemas pessoais, enfim. Mas parece que nada foi o suficiente para que seus fãs o adorassem menos. Inúmeros foram os boatos criativos, divulgados sobre ele. A mídia nunca o deixava em paz. Ainda assim, ele dedicou muito do seu tempo, dos seus lucros,  em prol de causas beneficentes. Queria um mundo melhor e mais justo. Muitos dos seus clipes mostram isso, como por exemplo Heal the World.

Moonwalk – seu passo mais famoso.

Hoje se completam 3 anos que Michael partiu. Como todos os anos desde sua morte, inúmeras são as homenagens e tributos ao Rei do Pop. Ele serve de inspiração para muitos artistas atuais e é respeitado em todo o mundo. De fato, ele deixou o mundo para viver na história, para sempre. Permanecerá imortal por muitas gerações. Suas músicas e seus passos jamais serão esquecidos e jamais perderão sua importância para a música pop.

Faça um teste aqui e confira o quanto você sabe sobre Michael J. É muito divertido!

Abaixo, mais informações sobre o astro nas legendas das fotos.

Brooke Shields – grande amiga do astro

Liz Taylor, melhor amiga do Rei do Pop.

Funeral de Michael

Especial Dia dos Namorados – 4 Filmes para curtir esse dia!

O amor é o sentimento dos seres imperfeitos, posto que a função do amor é levar o ser humano à perfeição. Como são sábios aqueles que se entregam às loucuras do amor! Joshua Cooke

Boa Noite!! Hoje é, comercialmente “convencionado”, um dia dedicado aos belos casais apaixonados. Nesse dia extremamente normal, ops!, especial, o blog Mais Que Sétima Arte selecionou 4 excelentes filmes sobre o amor.

Para você que está sozinho (e feliz), bem-vindo!, os filme abaixo são também uma boa pedida para a noite, convide um amigo(a) ou curta “alone”!

Chame seu amor (ou não) e divirtam-se!

Brincadeiras à parte, desejo aos belos casais enamorados uma boa sessão e um dia muito especial!

I Love You!

xoxo.

1º EU ODEIO O DIA DOS NAMORADOS

(ing. I Hate Valentine’s Day)

Genevieve e Greg

Uma das melhores comédias românticas que eu já assisti! Estrelado e dirigido pela incrível Nia Vardalos (uma fofa), que novamente contracena com  John Corbett (ambos atuaram como par romântico em Casamento Grego) . Nia interpreta Genevieve, dona de floricultura que ama o dia dos namorados, afinal, é quando suas vendas ficam em alta. No fundo, ela foge de relacionamentos sérios, e segue uma regra de ter apenas 5 encontros, a fim de evitar o sofrimento que os relacionamentos causam. É um tipo de conselheira amorosa para os seus amigos. Suas concepções ficam abaladas quando aparece Greg ( John Corbett), a quem ensina sua tática e eles resolvem testar os 5 encontros. Mas esses 5 encontros parecem não ser o suficiente para Genevieve.

Há quem o considere apenas mais um clichê romântico. De fato, é um clichê romântico, mas é muito fofo e vale a pena assistir. Afinal, nem todo filme precisar ser engajado, e, um romance às vezes é bom!

2º A PROPOSTA

(ing. The Proposal)

       Dirigido por Anne Fletcher, é mais uma comédia romântica, mas com um toque de drama. Talvez seja a melhor comédia romântica já escrita. Um filme muito bom e eu mais que indico. O toque de ironia aumenta ainda mais o senso de humor presente no filme. Produzido em 2009, é um bom enredo, que ganhou vários  prêmios. Estrelando Sandra Bullock (a melhor!) e Ryan Reynolds – casal que deu tão certo que chegou a ser elogiado por alguns críticos. Bullock interpreta Margaret Tate, uma poderosa editora que recebe ordens para voltar a seu país natal, o Canadá. Esperta, Tate afirma estar noiva do seu desprevenido assistente Andrew Paxton (Reynolds) para que possa permanecer nos EUA. Para isso, eles precisam provar que estão seriamente comprometidos, e então Margaret viaja ao Alasca para conhecer a família do seu “noivo”, que insiste que eles se casem lá. Ambos seguem o plano, apesar das consequências.

Como quase todo filme com Sandra Bullock no elenco, essa comédia foi bem recebida pelo público e ficou em primeiro lugar nas bilheterias. O elenco conta com a ilustre Betty White. Não percam!

3º SABRINA (1954)

Humphrey Bogart, Audrey H. e William Holden

Recebeu o Globo de Ouro de Melhor Roteiro. É um dos mais conhecidos filmes com a atriz Audrey Hepburn, que interpreta Sabrina, filha do motorista da poderosa família Larrabee. Sabrina sempre apaixonada pelo mauricinho David Larrabee (William Holden), que não “dava a mínima” para a jovem. Ela então passa dois anos em Paris, na esperança de esquecer David, porém, ao retornar, os sentimentos voltam à tona, e, dessa vez, David se encanta pela moça. O casamento deles, porém, seria prejudicial a uma fusão que a empresa da família faria, assim, Linus Larrabee (Humphrey Bogart), empresário e irmão mais velho de David decide intervir e acaba também se apaixonando pela encantadora moça. O interessante desse filme são as formas de amor que ele mostra. Primeiro, a paixão juvenil, cheia de ilusões e esperanças, com representação da típica figura do playboy – comum na juventude de muitas garotas. Depois, aparece um amor mais maduro, menos meloso e mais “sério” (no bom sentido da palavra), é o amor representado pelo irmão mais velho, que é mais responsável e menos aventureiro. É um amor até mais verdadeiro. O elenco é ótimo e o roteiro é muito bom! É uma boa pedida para a noite. A trilha sonora inclui a bela canção, quase o tema de Paris, La Vie En Rose, da cantora Edith Piaf. 

Há um remake mais recente, de 1993, mas ainda prefiro a versão antiga.

4º O AMOR PODE DAR CERTO

(ing. Griffin & Phoenix)

Assisti já faz um bom tempo, mas não tem como esquecer uma bela história como essa. Antes de mais nada, aviso que nesse filme há pouco de comédia e muito de drama,então prepare o lenço, mas não desista!Vale a pena ver! Henry Griffin (Dermot Mulroney) descobre que está com câncer terminal e decide viver sua vida ao máximo. Em uma aula de psicologia, conhece Sara Phoenix (Amanda Peet), e mais tarde descobre que ela também possui uma doença terminal. Com pouco tempo de vida, os dois se envolvem e seu relacionamento parece ser a última chance que eles têm de conhecer o amor verdadeiro.

Obrigada pela visita, e volte sempre!

Aceito sugestões e críticas! Não deixem de comentar!

FONTE: Adoro Cinema;

Happy 49th Birthday, Johnny Depp!

“Você nunca sabe a força que tem, até que a sua única alternativa é ser forte.” DEPP, J.

Salve, salve!

Hoje, um dos atores mais populares, talentosos e sexy’s de todo o mundo, está comemorando mais um ano de vida e sucesso. Johnny Depp – particularmente meu ator favorito – completa 49 anos. E eu, como grande fã, não deixaria essa data passar em branco não é? E eu tenho certeza que você, como bom leitor, não deixará de ler esse post!

Depp em “A Hora do Pesadelo”

Mais conhecido por seus personagens excêntricos e seu estilo autêntico (e bem autêntico!), Johnny chegou a Los Angeles com o sonho de – surpreenda-se – se tornar um astro do rock. Nascido em Owensboro – Kentucky (EUA), em 9 de junho de 1963, abandonou a escola aos 15 anos e formou sua primeira banda – The Kids (que mais tarde mudou para Six Gun Method). A banda chegou a crescer, mas Johnny deixou o grupo para estudar interpretação. Foi apresentado ao ator Nicolas Cage, que o incentivou a atuar e lhe conseguiu testes para o seu primeiro filme – “A Hora do Pesadelo (1984). Mas foi com seu papel na série de televisão Anjos da Lei  (21 Jump Street, 1987-1990), exibido pela Fox, que se consagrou.

Em 1990, uma dupla implacável se formava – Johnny Depp conhece Tim Burton (um grande diretor) e estrela “Edward  Mãos-de-Tesoura” (ing. Edward Scissorhands), filme que marcou a infância da década de 90 (e a minha também!). Foi com esse filme que Johnny passou a ser visto como um ator de verdade. Ele chegou a afirmar que Edward é o personagem com quem mais se identificou.  Contracenava com Winona Rider, com quem começou a namorar, mas o namoro durou pouco mais de três anos, enfim…

Burton e Depp no filme “Sweeney Todd”

Sua capacidade de interpretar muito bem qualquer tipo de personagem o caracteriza como um “Ator Camaleão”.

Sem sombra de dúvida, Johnny ganhou, de fato, o respeito de Hollywood e da sociedade cinéfila com o filme Piratas do Caribe (ing. Pirates of the Caribbean), no qual vive o Capitão Jack Sparrow, um pirata que segue os moldes do ator, irreverente e encantador. Foi com sua atuação em Piratas do Caribe: A Maldição do Pérola Negra(2003) que recebeu sua primeira indicação a Oscar, concorrendo na categoria Melhor Ator, em 2004, porém perdeu para o ator Sean Penn por Sobre Meninos e Lobos. Os “Piratas do Caribe” receberam vários prêmios, como o SAG Awards de Melhor Filme, Globos de Ouro, People’s Choice Awards (vários People’s Choice!), dentre outros.

Foi eleito o homem mais sexy do mundo, em 2009, pela Revista People – porém, para muitos, é o homem mais sexy de 2009, 2010, 2011, 2012, 2030, enfim. Nesse ano, foi homenageado com o “MTV Generation”, pelo reconhecimento de sua trajetória artística no MTV Movie Awards 2012 – que terá reprise no dia 10/06. Também se tornou membro Honorário da tribo indígena Comanche,  povo instalado na região do Novo México, sul dos Estados Unidos, por causa do seu personagem no filme O Cavaleiro Solitário, sem estréia prevista, no qual ele interpreta o índio Tonto. Foi batizado com o nome indígena de “Mah Woo May” (mais informações aqui). Só um grande ator assim consegue tantas conquistas em meio ano.

Sua parceria com o diretor Tim Burton já chegou a oitava produção, o filme Sombras da Noite (Dark Shadows), que estréia em 22 de junho. Quase todos os filme que participou em parceria com Tim, Depp contracena com Helena Bonham Carter, sua grande amiga e mulher de Burton. Ele é padrinho dos filhos do casal Burton-Carter.

Tim Burton, Helena B. Carter e Johnny – Parceria duradoura.

Inúmeras são as razões para explicar o tamanho da popularidade e da admiração que o ator possui mundialmente. Seu carisma ímpar, sua bondade e generosidade, junto com um tom de ex- jovem rebelde (Ele já chegou a ser detido algumas vezes por agredir um fotógrafo, por exemplo.), Johnny se tornou um dos atores mais queridos e sinônimo de sucesso em tudo o que faz. Tem grande preferência por personagens estranhos e com incompreensão social. Tem 13 tatuagens, uma com meu nome hahaha.

Lily Rose Depp e Jack Depp

Além de bom amigo, Depp é um bom pai. Em entrevista afirmou que sua família é seu maior bem. Ele é pai de Lily Rose (1999) e Jack (2002), do seu casamento com a cantora francesa Vanessa Paradis. Além de Tim Burton e Helena B. Carter, ele é grande amigo dos atores Nicolas Cage, Leonardo DiCaprio, Marlom Brando, Robert D. Jr., Keith Richards (vocalista do Rolling Stones, inspiração para o personagem Jack Sparrow), entre outros, e das atrizes Christina Ricci, Abigail Breslin, etc. Ele diz que gosta de cabelo grande pois parece ficar mais invisível.

Há muito a ser dito, mas todos desejamos mesmo é que Johnny Depp ainda tenha muuitos anos de vida e muitos novos sucessos par seus fãs.

Happy Birthday Johnny!

FONTE: Adoro Cinema, Wikipedia, Site Johnny Depp.

50 anos sem Marilyn – especial no TelecineCult

Há 50 anos, morria um dos maiores ícones do cinema e uma das mulheres mais populares e sensuais que o mundo já conheceu. Marilyn Monroe faleceu, aos 36 anos, em 5 de agosto de 1962. As homenagens à atriz já começaram, a exemplo do Festival de Cannes 2012 que realizou um tributo à Marilyn e o filme My Week With Marilyn (Sete Dias Com Marilyn, em pt.), de Simon Curtis, que ainda está sendo exibido em alguns cinemas.

*Descubra mais sobre Marilyn na postagem anterior!!

O canal fechado Telecine Cult exibe, aos sábados e domingos, durante o mês de junho, o especial “50 anos sem Marilyn”, a partir das 15:00. Com início no dia 02 de junho, o TcCult exibiu “O Segredo das Viúvas (1951), de Joseph Newman, e “Adorável Pecadora” (1960), de George Cukor (ambos no dia 02); “Quanto Mais Quente Melhor , de Billy Wilder (em 03/06). Faltam ainda: Torrentes de Paixão , de Henry Hathaway, em 09/06 e “O Rio das Almas Perdidas” em 16/06.

Quem ainda não assistiu aos filmes dessa grande atriz, não percam essa oportunidade!.

Saiba mais informações, sobre o especial, no Site do Telecine ou na página do TcCult no Facebook e sobre a vida e carreira de Marilyn na postagem Happy Birthday Marilyn!.

“Mulheres comportadas, raramente fazem historia”

Happy Birthday Dear Marilyn!

“Eu também tenho sentimentos. Ainda sou humana. Tudo o que eu quero é ser amada pela pessoa que sou e pelo meu talento” MONROE, M.

1 de junho de 1926. Há 86 anos nascia um ícone de popularidade do século XX. Símbolo sexual, umas das maiores estrelas do cinema dos anos 50 e uma das mais famosas atrizes estadunidenses. Falecida há 50 anos, permanece viva no imaginário de muitas pessoas.

  Norma Jeane Mortensen nasceu em Los Angeles e teve uma infância conturbada. Iniciou sua carreira como modelo, fez aulas de teatro e, pouco tempo depois, fechou contrato com a Twentieth Century Fox, em 26 de agosto de 1946. Foi então que tingiu o cabelo de loiro claro e mudou o nome para Marilyn Monroe – se tornando uma diva, venerada por muitos fãs até hoje. Mais do que uma estrela, Marilyn era uma mulher melancólica, que adorava ler e escrever. Esse ano, completam-se 50 anos desde que deixou o mundo.

   Monroe era o sobrenome de sua avó materna. Marilyn era o nome mais elegante da época – e elegância era o segundo nome dessa musa. 

Norma e Jimmy, seu primeiro marido.

 Norma Jeane não conheceu seu pai biológico e sua mãe foi internada num hospício após sérios problemas psicológicos. Assim, ela passou grande parte de sua infância em orfanatos ou em casas de parentes. Casou-se ainda aos 16 anos com Jimmy Dougherty, 21 anos, mas divorciou-se 4 anos depois pois Jimmy não aceitava que ela se tornasse atriz – nada tão anormal na vida de muitas celebridades …

 “Eu estava feliz. As pessoas esperavam por mim. E lembro bem dos dias em que ninguém me queria.”  (frase de quando já era uma estrela).


Marilyn e Jane Russell

CARREIRA –  Marilyn começou com pequenos filmes, mas seu talento e sensualidade lhe renderam papéis maiores. Tornou-se uma grande estrela após sua atuação em “Niagra” (Torrentes de Paixão)- 1953, de de Henry Hathaway,qual interpretava uma jovem esposa que planeja matar seu velho marido ciumento. Depois de Niagra, recebeu, no mesmo ano, o papel principal nos filmes Gentlemen Prefer Blondes (Os Homens Preferem as Loiras), no qual contracena com  Jane Russell, e  How to Marry a Millionaire (Como agarrar um milionário), ambos em 1953. Infelizmente ainda não os assisti, mas sei que são muito bem reconhecidos (e como não ser?). Em 1955, mudou-se para Hollywood, estudou em uma escola de atores e montou sua própria produtora. Ela pretendia ser reconhecida pelo seu talento e capacidade como atriz, e não só pela sua beleza e sensualidade. Monroe recebeu seu primeiro Globo de Ouro, por Melhor Atriz de Comédia, com o filme Some Like It Hot (Quanto Mais Quente Melhor) de Billy Wilder.

                   “Não importa o que eu sou. O fato é que o nome do filme é ‘Os homens preferem as loiras’, e eu sou a loira.”

Vários foram os escândalos que enfeitavam sua vida, como os seus três divórcios e o seu affair com o presidente americando John Kennedy, que gerou grande repercussão social. Até o FBI iniciou investigações sobre o provável caso do casal. Obviamente o presidente não resistia ao charme da atriz, mas ela confessou que sabia que ele a desejava apenas pelo seu estrelato, e não pela pessoa que ela era. Quem não lembra ou nunca viu (ou ouviu falar) do famoso momento em que ela canta Happy Birthday para Kennedy em 19 de maio de 1962, com um vestido que havia sido costurado em seu corpo, de tão justo que era? Ele foi leiloado em 1999 por 1,26 milhões de dólares. Assista logo o vídeo!

Inúmeras pessoas admiram Marilyn, mas muito sobre sua vida é pouco conhecido, como sua paixão pela leitura e escrita (apesar de dificuldades ortográficas, mas quem liga?). Escrevia poemas, cartas, pensamentos. Algumas de suas obras foram reunidas no livro “Fragmentos – Poemas, anotações íntimas e cartas de Marilyn Monroe” (Tordesilhas). Ao ler alguns trechos, percebemos que toda a fama trazia também solidão, inquietude, dúvidas, desconfortos. Afinal, tudo tem um preço.

Em 5 de agosto de 1962, o mundo estremeceu com a morte da atriz, que foi encontrada, aos 36 anos, no quarto em sua casa em Brentwood, na Califórnia. O que aconteceu? é um mistério! Prevalece a versão oficial de que overdose pela ingestão de calmantes (não se afirmou se foi intencional ou não), mas há teorias conspiratórias acerca do caso, como a possibilidade de homicídio, pois o relatório da autópsia foi perdido e a gravação de seus telefonemas desapareceram.

2012 – Homenagens a atriz  

Esse ano, comemoram-se os 50 anos de morte da estrela. As homenagens já começaram, como o filme -que ainda está em alguns cinemas – My Week With Marilyn (no Brasil – Sete Dias com Marilyn), dirigido por Simon Curtis e estrelando Michelle Williams no papel de Marilyn. O Festival de Cannes 2012 também homenageou a atriz, com um cartaz com a foto dela assoprando velas de aniversário, um tributo à sua morte precoce.

“Hollywood é um lugar onde te pagam mil dólares por um beijo e cinqüenta centavos por sua alma.”

FONTE: Omelete; Exame.com; Wikipedia; Pensador uol.

Evento Remarcado

Prezados Leitores,
No post anterior foi divulgado o evento Operação Titanic. Porém, a data do evento foi alterada e a explicação está no anúncio feita pela nossa equipe de produção do evento, divulgada nas redes sociais e transcrita abaixo:

“Devido aos impasses gerados pelas constantes chuvas e pela greve dos rodoviários, o evento do “Operação Titanic” terá que ser remanejado para uma data próxima, aguardando somente maiores informações sobre a paralisação rodoviária. O horário permanece o mesmo (11h), bem como o local (Auditório da FACOM – em Ondina); Continuaremos com pipoca grátis e sorteio de brindes ao final da sessão.

Pedimos desculpas pelos transtornos e aguardamos vocês no evento, para juntos contemplarmos a exibição do clássico vencedor do Globo de Ouro, o “A Night to Remember” (Somente Deus Por Testemunha) de Roy Ward Baker.

Saudações”  (TITANIC, Operação rsrs)

Operação Titanic – clique no link e saiba mais sobre o evento!

Clique aqui e assista ao spot do evento!
Att.